Rest. Mediterrâneo – Nova Friburgo – RJ.

SHARE
, / 1771 3
Numa das viagens para algum desses congressos da vida, me deparei com algumas da melhores experiências gastronômicas da minha vida: Nova Friburgo, na Região serrana do Rio de Janeiro. Deu saudade dos amigos, deu saudade desses passeios de quem mora no RJ… resolvi postar e sugerir porque sei que tem leitores aqui que sempre estão por essas bandas…

O restaurante Mediterrâneo fica em Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro e é capitaneado pelo chef Mateus Villas Boas, marido de uma super amiga que conheci no RJ, a Natália Souza – por isso esse post poderia ser classificado como um jabá – não sou egoísta, vou dividir com vocês essa maravilha nova friburguense!

Nova Friburgo é famosa no circuito gastronômico nacional. Comer é um atrativo à parte por lá. Na época (junlho/2010) eu ainda não tinha idéia de ter o blog e não fotografei todas as comilanças ótimas que eu e Camila tivemos o doce, suculento e…e… prazer de provar. Então, segue nossa aventura no Maditerrâneo. 

Pasmem, apesar de variedade enlouquecedora, eu maranhense que sou e a amiga Camila, escolhemos –depois de muita propaganda do chef a Moqueca de Camarão. Segundo, o chef, com camarões nordestinos, essa moqueca só fica do jeito que fica (inexplicável), porque é preparada nessa moquequeira trazida diretamente da Bahia! Dizendo ele também, a textura mais encorpada do molho da moqueca do Mediterrâneo só fica assim, por causa da moquequeira especial. Só posso dizer: é perfeita. Já quero pra completar minha coleção de panelas de barro que compro e nunca inauguro.

Enquanto “A” Moqueca não chegava… demos chance à Bohêmia geladíssima, acompanhada de couvert maravilhoso. Nat (amiga da pós que, na época, era noiva do chef. Hoje está casadíssima com ele), eu e Camila.
O couvert se me lembro bem, porque faz mais de um ano isso era composto de calabresas temperadas, azeitonas ao azeite de ervas finas e umas iscas de lula, temperadas também com ervas-finas. Tinha também fois gras. Não sei o que esse menino Matheus coloca nessas coisinhas aí, viu? Pra mim tem algum segredo, assim tipo Sazon… (hahaha)
A MOQUECA

A-I-M-E-U-D-E-U-S!
É só o que eu consigo expressar de verdade.

Mas, se Deus permitir, vou conseguir descrever essa comida indescritível…
Nordestina como sou, a gente por aqui não mama quando é bebê, já vai direto para a moqueca de camarão, de carangueijo, de peixe, de frutos do mar… ai…ui…ai…

Minha surpresa foi provar a melhor de todas numa região que fica no frio maior parte do tempo e que não tem peixe. Só posso descrever como divina…Camarões gigantes e com sabor (em assuntos de camarão, tamanho não costuma ser documento), um molho nem tão forte, nem tão fraco…o camarão sobressai. E encorpado, um molho bem encorpado. Jesus amado! Me permita voltar a comer da moqueca do Mediterrâneo um dia na vida.

*___*
A SOBREMESA
Formiguinha como sou Adoro sobremesas. Petits Gâteaux (agora que faço francês não posso escrever errado aqui…rsrsrs) estão no TOP Five 5!

Mas, como tudo tudo no Mediterrâneo, esse tinha algo mais. Petit Gâteau de Goiabada com sorvete de Queijo… Huuuuuuuuuummmmm… delicinhas doce-salgado também me matam! 

Resultado: Eu e Camila saímos de lá beeeeeeeeeem mais gordas. Porém, felizes como jamais!

Petit Gâteau de Goiabada com Queijo.
Nat, Camila e Eu.
Nat e seu digníssimo noivo na época, atual esposo, Matheus e as mestrandas esfomeadas!

Conselho: quando estiver no Rio, vale a pena enfrentar o passeio nada ruim de 1h30 pela Serra e experimentá-lo. Programa diferente pra quem gosta de outras coisas além de pontos turísticos clássicos. A cidade é uma fofura, além de pólo de langerie dá até pra fazer umas comprinhas ótimas!, tem o teleférico também… muito bom – mas eu “murri” de medo!

O Mediterrâneo fica em Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro (mais ou menos 1h30 da capital), no  Condomínio Hotel Vale do Luar, no km 75 da RJ 116.

Não lembro valor por valor. Mas, lembro que tinha valores bem variados, entre R$25 e R$35 para os pratos individuais. A moqueca, se não me engano, foi R$49,00 (ou um pouco mais) e o Petit Gâteau R$12. O couvert foi algo entre R$12 e R$15. Acredito também que depois de um ano os valores tenham mudado um pouco…Média: R$50.


Mediterrâneo: não é maranhense, mas ganha 5 estrelas!


        

3 Comments

  • Emilio Josino disse:

    Eita!!! Ô coisa boa! fiquei com inveja. Quem dera eu pudesse ir lá. abraços,

  • É sempre possível, Emílio. O Rio não é tão longe! Vale a pena! Obrigada pela visita!

  • Maria Ramos disse:

    Tive o imenso prazer de trabalhar com o chef Matheus, um dos profissionas mais renomados da gastronomia carioca, (e olha que eu ja sou "rodada" em restaurante de hoteis no Rio. hahaha). É um profissional completo e uma pessoa incrivel com um espirito de equipe maior que o mundo. Esse vai longe. Tb tive o prazer de conhecer sua familia e sua adoável esposa Natalia, os dois realmente são maravilhosos Felicidades Chef, apesar de sentirmos sua falta no Bistro du Leme estamos felizes em ver sua ascensão profissional. Abraços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

PASSWORD RESET

LOG IN