A Confeitaria Colombo e sua aura.

SHARE
, / 925 2

Esse mês, setembro, a Colombo completa 118 anos, então, em homagem, vou começar o mês com essa dica preciosa. Ir ao Rio de Janeiro e não conhecer a Confeitaria Colombo é como ir a Paris e não comer croissant.
Morava no Rio há tempos, e sempre visitei a cidade desde bebê, mesmo assim nunca tinha visitado a famosíssima, e centenária, Confeitaria Colombo.
Ponto de encontro dos intelectuais brasileiros do séc. XIX, a confeitaria ainda hoje guarda esse ar, essa aura de quem traz consigo uma carga histórica inestimável, que parece entranhada em suas paredes, lustres e cadeiras.
Pra quem curte pontos históricos, vale a pena o passeio. E, podem ir sem medo. Apesar da arquitetura imponente, dá pra sair de lá com o troco no bolso. Tem coisas bem caras no cardápio de refeições, mas a padaria e confeitaria tem preços bem de acordo com o mercado das confeitarias cariócas.
Essas fotos são antigas. Encontrei aqui no PC por esses tempos. Na ocasião fui encontrar a amiga Yara Botelho que estava pela cidade a passeio.

Eu e Yara B.

A Colombo merecia um pedido clássico. Fomos de chá de maçã e canela (R$5,50) que serviu nós três, eu, a Yara, e a amiga dela, Mariah. Não tenho fotos, mas pedi um delicioso folheado de maçã também (R$6,00).


Eu, Yara e Mariah.


Essas fotos são da confeitaria do Centro, que funciona de segunda a sexta-feira, de 9h às 20. E, sábados e feriados, de 9h às 17h.

E tem também uma no Forte de Copacabana, que funciona de terça a domingo, das 10h às 20h e oferece menu especial de almoço de terça a sexta, das 12h às 16h.
Gostou? Deixa um comentário!
Até a próxima aventura!!!

Follow my blog with Bloglovin

        

2 Comments

  • Marcelo Cardoso disse:

    Fui à Confeitaria Colombo pela primeira vez em 2011, durante a viagem que fiz para prestigiar o nascimento de meu querido sobrinho Miguel. Praticamente a conheci por acaso, logo após a visita a um Museu do centro, durante a qual conheci um turista português muito educado que me fez o convite. Não chegamos a ultrapassar o limite da entrada para o salão principal devido à lotação então ficamos por ali pelos balcões da entrada da loja mesmo. Lembro que pedi um singelo café com leite e para acompanhar, uma bomba de chocolate que divinamente alegrou meu paladar e meu dia. Fiquei impressionado com a beleza de época do lugar com lustres, arabescos, espelhos, piso, ornamentos de metal, imagens e objetos antigos nas paredes. Resumindo, é um lugar MÁGICO e claro, DELICIOSO. Voltei ao Rio em 2012 mas não deu pra ir lá novamente. Espero que agora em 2013 eu vá novamente 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

PASSWORD RESET

LOG IN