Dia Mundial do Hambúrger
, / 1112 0

Dia Mundial do Hambúrger

No Dia Mundial do Hambúrguer fomos descobrir: foram os tártaros, os hamburgueses, ou os americanos que inventaram o hambúrguer?
SHARE

28 de maio, Dia Mundial do Hambúrguer. Conheça a história do lanche mais popular do mundo!

O Dia mundial do Hamburguer, com certeza, é uma data que jamais poderia passar “ilesa” por aqui. Além de ser um dos lanches mais populares do mundo, é também objeto de paixão e obsessão dos produtores, redatores e leitores do Aventuras Gastronômicas!

Ludimila Matos e hamburguer Madero

Qual a origem do hambúrguer?

Como tudo na história da gastronomia, a origem do hambúrguer é bastante controversa e muitos reivindicam para si a criação do lanche mais famoso do mundo. Seja onde você estiver, tenha certeza, haverá alguém vendendo, ou fazendo hambúrguer. É uma linguagem mundial, tipo Coca-Cola. E, embora tenhamos conhecido o hambúrguer pelo dom industrial americano, as origens mais prováveis dessa maravilha gastronômica pecaminosa passam longe dos Estados Unidos.

Uma das versões mais aceitas conta que o hambúrguer é “natural” de Hamburgo, na Alemanha, no século XVII. Porém, sua descrição mais se aproxima do steak tartar (carne moída temperada) do que do hamburger, e era servida crua, com pão.

Steak Tartar

Porém, quem teria apresentado o hambúrguer aos hamburgueses seriam os tártaros que andavam com os mongóis, no século XIII. Durante os séculos XII e XIII, a Europa vivenciou as invasões mongóis. Esses povos se agruparam com outros povos, e entre eles estavam os tártaros, tribos nômades guerreiras que habitavam algumas regiões da Rússia. Reza a lenda que os cavaleiros tártaros colocavam a carne crua embaixo da sela quando galopavam em suas missões exploratórias. Na hora de comer, o bife tártaro já tinha se tornado uma pasta.

Os tártaros, provavelmente, introduziram na Europa a técnica de moer a carne dura e de má qualidade para torná-la mais tragável e digerível. Com certeza, os tártaros apresentaram o hambúrguer aos hamburgueses, que acabaram ficando com a maior “fama” a respeito da invenção do hambúrguer.

O hambúrger chega aos EUA

Os EUA descobriam o hambúrguer por volta dos anos 1850. Ao que tudo indica, trazido mesmo pelos imigrantes alemães embarcados no porto de Hamburgo. Acredita-se que, por causa dessa história, a iguaria tenha ficado conhecida, num primeiro momento como hamburg steak (bife de Hamburgo).

Era uma comida rústica que se popularizou, primeiramente, entre os marinheiros americanos. Eles acomodavam a carne entre dois pedaços de pão para beliscar algo enquanto trabalhavam. À medida que a velocidade da produção da indústria ia aumentando, os trabalhadores precisavam de algo prático, rápido e barato para comer. O hambúrguer vinha bem a calhar nesse cenário, resultando em um verdadeiro boom do prato pelo país.

Em 1921 surgem as redes de fast food, a primeira cadeia de lanchonetes do país foi a White Castle que vendia um hambúrguer cozido no vapor, acomodados no pão e adicionado de cebola. O preço era apetitoso: 5 centavos de dólar.

O cartunista americano Elzie Segar (1894-1938) foi também um grande responsável pela popularização o sanduíche nos EUA. Por causa do sucesso do hambúrguer acrescentou mais um personagem a suas histórias do Popeye,  “Pimpão” ficou famoso pelo seu insaciável apetite por hambúrgueres.

Em 1937, os irmãos Dick e Maurice Mc Donald abriram um drive-in em San Bernardino, na Califórna, e foram os responsáveis pela revolução do mundo do fast-food. Mas, essa é outra história…

A gourmetização do hambúrguer

Hambúguer de cordeiro Empório Santa Cruz

A “gourmetização” chegou até eles também. E, olha, que ótimo! Os “podrões” dos trailers de rua, e até mesmo os McDonald`s e Burger`s Kings da vida têm seu valor. Mas, os chefs de cozinha vêm arrasando nas criações.

Já falei do Madero Burguer Grill AQUI. A experiência foi muito saborosa. Quem passar por uma das cidades onde existe uma casa da rede, vale, e muito, a visita. Outra experiência muito deliciosa com hambúrgueres foi no B-52, que você lê AQUI. Se for a Paris, não deixe de conhecer a Blend Hamburger Gourmet. Falamos dela AQUI.

O da foto acima foi uma criação especial do chef Wagner Veslasco, do Empório Santa Cruz. A carne do hambúrguer é de pernil de cordeiro, com queijo prima dona, cogumelos frescos e molho de páprica doce, alface americana, tomate e pão de brioche, que entrará no cardápio da casa em breve, aqui em São Luís.

Hambúrguer caseiro

Na dúvida, garanta o sabor do seu hambúrguer fazendo em casa mesmo. Como somos fãs alucinados do sanduíche, tem uma receita nossa AQUI. É simples, nutritiva e saborosa. Solte a imaginação, ouse e crie sua própria receita também!

No mais, FELIZ DIA MUNDIAL DO HAMBÚRGUER!

Fontes:

O Hambúrguer, revista Superinteressante.
História do Hambúrguer, Wikipedia.

        

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

PASSWORD RESET

LOG IN